NOSSO BLOG

Transubstanciar Entrevista Eduardo Ferigato


T:Estamos aqui com Eduardo Ferigato produtor independente , tudo bem?

EF:Tudo Bom.

T: Então eu queria saber , assim de 2009,2010 em diante a gente teve uma proliferação de quadrinhos independentes no Brasil,pra você como autor ajudou,dificultou ou criou uma nota de corte pra que os melhores trabalhos comecem a sair ?

EF:Ah,pra mim foi legal ,porque na época que eu vim no primeiro FIQ em 2011 , eu ainda era muito focado em tentar conseguir trabalho pra fora , e como oportunidade de trabalho editorial , então vir pro FIQ e ver que o pessoal estava fazendo e lançando quadrinho independente porque eu vi que dava pra fazer o meu quadrinho e não precisava ficar esperando ninguém publicar,isso pra mim foi muito legal como artista.

T:E eu tava conversando de manha com o Marcatti e ele falou que o quadrinho em geral no Brasil e marcado pelos BOOMS,tipo a gente teve o BOOM dos quadrinhos de humor nos anos 80 e dai teve o BOOM dos quadrinhos de Terror , e hoje a gente tem um BOOM entre aspas dos quadrinhos independentes então na sua opinião esse BOOM pode durar ,vai virar outra coisa?

EF:O que a gente sente agora ,esta tendo uma efervescência de quadrinho independente ,mas que tá carente de um mercado consumidor ,que não possa consumir isso somente nos eventos.Mas,eu vejo muito como está acontecendo com o caminho da música,muitos músicos estão seguindo o caminho independente largando as gravadoras , porque com a internet e com a globalização ,ninguém precisa mais esperar pra conseguir trabalho ,conversando até com os amigos assim ninguém consegue prever pra onde vai isso,mais a maioria também não sabe fazer outra,faz quadrinho porque gosta e quer fazer outra coisa .

T:E no caso de 2013 em diante , a gente teve uma proliferação de quadrinistas mulheres,e qual que é sua opinião a respeito disso?

EF:Eu acho,legal pra caramba,cara , sou a favor,o quadrinho como,a gente tinha como quadrinho o Marvel,DC, né que é uma coisa fundamentalmente machista, mais focado pra homem que pra mulher e eu vejo que as mulheres nos quadrinhos elas adicionam o ponto de vista delas e só tendem a enriquecer o mercado ,então por mim que venha cada vez mais e acima de tudo , que venham bons quadrinhos independente de gênero que as pessoas trabalhem pra serem cada vez melhores que o mercado abraça.

T:E no caso o QUAD que vocês estão lançando o 3 agora,eu cheguei a perguntar pros outros rapazes e vou perguntar pra você,vocês teriam interesse em transformar em Animação?

EF:Ah,na verdade,isso depende de propostas , o interesse sempre existe pra passar pra outra mídia,passar pra Cinema,ou passar pra Animação,ou até pra um jogo,então sim,tem interesse sim.

T: É tem muita gente por exemplo: o Eric Powell conseguiu fazer uma Animação adulta do Goon ,eu não sei como vai ser a distribuição disso,acredito que ele vá bater muita cabeça ,mas foi uma coisa que ele conseguiu,ele conseguiu juntar um elenco hollywoodiano por peanuts,nada basicamente,porque os caras acreditaram no processo,tanto que eu financie e eu ganhei uma camiseta porque eu financiei e um quadrinho adulto,Goon não é um quadrinho pra criança ,não que tenha pornografia nem nada,porque é extremamente violento e tem uma temática mais adulta , é meio que um Sin City, ele e um pouco depois, ele saiu na verdade ,por causa , do Hellboy , o Mike Mignola se eu não me engano olhou o Eric Powell numa convenção com os desenhos dele e falou:meu ,faz isso ai e chamou o cara pra Dark Horse e até nas primeiras edições que tenho do Goon , ele fala meio assim na introdução do Goon , os caras foram loucos de me banca ,sabe.

EF:temática mais adulta , eu acho que o Goon , eu não sei exatamente ,mas acho que ele já tem mais que 10 anos , e da época do Hellboy, né?

O QUAD ainda e um projeto novo se for pensar ,então como todo ,eu acredito que ainda e cedo pra ter uma animação do QUAD ,precisa ter mais tempo de publicação ,pro universo começar a amadurecer mais ,mas acredito que tem uns anos pra gente começar a pensar nisso, acredito que nosso foco atual seja formar público,a gente tá ai no 3 ano do projeto ,lançando 1 por ano ,ainda e uma produção modesta,a gente tá empolgado.

T:Se você parar pra pensar está pegando bem,porque essa coisa que um personagem entra na historia do outro tal,isso veio até da própria Heavy Metal , isso é uma coisa bem legal,e que nem eu comecei , você deu aula na Pandora ou não?

Então eu fiz Pandora ,fui aluno do Mario Cau durante 2 anos,1 ano,eu tentei fazer quadrinho ,mas não rolou e dai eu criei o Site e tá no ar há uns 7,8 meses e aquela coisa , né ,cara , eu estou aqui estou correndo atrás, dando a cara pra bater ,e como você falou a internet democratiza pra todo mundo,tanto que o Site é meu,o negócio é meu, e eu não tenho funcionário , eu corro atrás de tudo ,então é bem isso.

No caso ,você teria interesse em fazer uma antologia de países diferentes em cima de mitologias por exemplo: como Samurai,mitologia grega essas coisa ou não?

EF:Dei,eu acho que como artista tudo depende , se o roteiro me interessa ,como que funciona , vai funcionar essa parte do pagamento ,sei la ,como agente está com nosso próprio projeto autoral , então é mais difícil,me arrancar da minhas historias,hoje em dia já não me vejo mais só como desenhista,e mais difícil,eu entrar num projeto externo,a menos que role uma verba alguma coisa assim,dai eu encaixaria no cronograma .

T:Entendi,e no caso você teria interesse em trabalhar em algumas linguagens diferentes,o Manga,Fumetti?

EF:O meu trabalho , vai mais pro lado europeu e não tenho assim,não sinto necessidade de mudar meu estilo, até porque demorou um bom tempo pra que eu desenvolvesse um estilo que eu estivesse confortável.

T:Obrigado.

EF:Eu que agradeço.

Tags:

Siga
  • Facebook Long Shadow
  • Twitter Long Shadow
  • YouTube Long Shadow
  • Google+ Long Shadow
Featured Posts
Posts Recentes
  • Facebook Clean
  • Twitter Clean
  • YouTube Clean
  • Google Clean

© 2023 por Transubstanciar . Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook Clean
  • Twitter Clean
  • YouTube Clean
  • Google Clean